Escola Santi

SantiVoluntários

Esta é mais uma iniciativa do SantiSustentável e Conexão Santi, que visa ampliar as possibilidades da comunidade Santi, neste caso dos alunos, para o desenvolvimento de competências que qualificam as relações humanas e possibilitam que nos tornemos agentes de transformação social. 
 
Com objetivo de proporcionar uma experiência de empreendedorismo e de impacto social para os nossos jovens, o SantiVoluntários é uma oportunidade de entrarem em contato com novas realidades e conectarem-se verdadeiramente com pessoas aparentemente muito diferentes e, ao mesmo tempo, tão iguais. 
 
Além de experiências pontuais de voluntariado em instituições parceiras, sob orientação dos mediadores, até o final do ano, serão responsáveis por desenhar um projeto com começo, meio, fim e impacto social positivo para uma comunidade. O foco desse processo é o aprendizado lúdico sobre o empreendimento de um projeto próprio, por meio de um ciclo de reflexão, ação, confiança, autonomia e responsabilidade.
 
Em 2016, os alunos do 7° ao 9° ano que participaram do Grupo de Alunos SantiVoluntários realizaram uma ação social no Projeto OAT – Organização, Apoio e Trabalho, que atende jovens e adultos com deficiência intelectual, e que esteve conosco no 3° Santi de Portas Abertas. Esse projeto foi realizado sob a orientação da Adriana Cury (diretora geral da Santi) e da Sandra Durazzo (assessora pedagógica da Santi e diretora voluntária do Projeto Social OAT). 
 
Em 2017, os mediadores do projeto são a Equipe Electi – Bruno Kibrit, Alexandre Lerman e Tiago Ciarallo – que estão proporcionando aos alunos uma experiência de empreendedorismo e de impacto social.
 
 
 
Durante a sua ação em conjunto com a OAT, os alunos tiveram a oportunidade de:
  • Conhecer dados sobre a deficiência – classificação, noção de apoios e dados numéricos brasileiros;
  • Conhecer o trabalho da OAT, projeto social da Comunidade Shalom, dedicado a inserir socialmente jovens e adultos com deficiência intelectual;
  • Conhecer o que é trabalho voluntário – responsabilidades, benefícios, quem faz e porque;
  • Reconhecer-se como agente de mudanças sociais.
 

Para 2016, os alunos participantes programaram diversas atividades para realizar com os jovens que frequentam a OAT, como brincadeiras em roda e uma oficina de artes. Confira mais fotos no nosso Facebook.

   

 

  

Através do trabalho com a Electi, os alunos têm a oportunidade de entrar em contato com novas realidades e conectar-se verdadeiramente com pessoas aparentemente muito diferentes e, ao mesmo tempo, tão iguais. Além de experiências pontuais de voluntariado em instituições parceiras, sob orientação dos mediadores, também são responsáveis por desenhar um projeto com começo, meio, fim e impacto social positivo para uma comunidade. O foco desse processo é o aprendizado lúdico sobre o empreendimento de um projeto próprio, por meio de um ciclo de reflexão, ação, confiança, autonomia e responsabilidade.

No 1º semestre de 2017, os participantes visitaram a Casa de Repouso Vila Mariana, realizando ações e atividades planejadas e organizadas por eles com os idosos que lá residem. Confira mais fotos no Facebook.